Buscar
  • Bendito Fruto

Seja primeiro Seu, para poder ser melhor para quem você ama - Pe. Fábio de Melo

Solidão Fértil


"Eu sei que é difícil, mas você precisa ter um momento do dia em que você seja só seu. Sei que a gente precisa se doar muito às pessoas, a vida é assim, aliás ela fica ainda mais bonita à medida que a gente se doa, só que a gente não pode se esquecer que há uma reserva emocional que a gente só repõe quando a nós ficamos em solidão.


A solidão não é apenas estar desacompanhado, não, é um estado de espírito que a gente alcança toda vez que a gente se dedica a alguma coisa que nos joga pra dentro; quando você faz um caminho que não é o de fora, mas é aquele que te faz entrar dentro de você... ali está a verdadeira solidão, a que precisa ser experimentada como reabastecimento emocional que nos livra dessa falência que nós observamos em tantas pessoas.


Eu me lembro que uma das coisas que mais me doeu no momento da minha doença foi justamente observar que eu tinha sido excessivamente dos outros, e não tinha sido pra mim o tanto que eu precisava. Eu descobri que a vida pública só faz sentido quando temos boas reservas de vida privada, mas você poderia dizer: 'Ah padre, o senhor só está falando isso porque é famoso, conhecido, então o senhor vive isso mais intensamente!', não! Todos nós hoje, de alguma forma, experimentamos esse excessivo 'viver pra fora', 'viver para os outros', a gente às vezes vai à academia para criar um momento nosso, e lá a gente fica com o celular respondendo, mandando mensagens, perdendo a oportunidade de 'sermos nossos' naquele momento.

Eu tenho compreendido também que a oração é uma feliz oportunidade que eu tenho de ser meu, porque quando eu estou com Deus, quando me encontro com ele, - eu gosto de dizer que rezar é a gente ser recebido em audiência particular por Deus - quando eu estou com ele eu estou inteiramente em mim, quando a oração é verdadeira, fecunda, pode observar... ela te joga pra dentro! Ela te faz caminhar por dentro. Ali você experimenta a mais bela solidão, que é acompanhada por Deus neste momento, eu me vejo com os olhos dele, eu me vejo com o amor dele. Eu corrijo muitas coisas dentro de mim ali, naquele momento, eu reponho as minhas emoções, eu curo ali, diante de Deus, os meus sofrimentos e as minhas mágoas, eu tenho a oportunidade de aprender a ser meu, para que depois (quando estiver com os outros) eu tenha qualidade naquilo que ofereço.


Hoje eu observo que nós somos excessivamente para os outros, e isso não sinaliza como algo positivo, não é altruísta e não é caridoso, porque não tendo a oportunidade de sermos 'só nossos' acabamos oferecendo aos outros muitas coisas emocionais que já estão estragadas... tudo porque falta uma oportunidade (ou 'criar na agenda do dia') uma oportunidade de ficar a sós, de ser só seu, para que depois você seja bem melhor, ao se oferecer aos outros."


- Padre Fábio de Melo

124 visualizações

©2020 por benditofruto. Orgulhosamente criado com Wix.com